ICM - Instituto Cultural da Maia
Universidade Sénior

Conselho Pedagógico

Coordenador:

José Augusto Maia Marques

 

Representantes dos Professores:

Adriana Raquel Ferreira

Natália Sofia Meireles

Raúl Miguel da Costa Fernandes

 

Representantes dos Alunos:

Filomena Maria Guedes

Maria da Assunção Silva

Noémia Lopes Lavandeira

 

Representante da direcção:

Iolanda Florbela Coimbra Carvalho

 

"Uma Janela Aberta para o Mundo (Mensagem do Coordenador do CP)

Vivemos num mundo onde a comunicação e as novas tecnologias são olhadas como fundamentais. Por isso podemos bem afirmar que as tecnologias de comunicação estão a provocar mudanças profundas na nossa vida.

Por vezes essas mudanças significam também a alteração, quando não o desaparecimento, de padrões de valores mais tradicionais como a honestidade, a solidariedade, a fraternidade, que acabam sacrificados à voragem do tempo.

Uma universidade sénior, como é o Instituto Cultural da Maia, tem o condão de conseguir, de modo harmonioso e equilibrado, uma fusão entre estas duas ordens de valores.

De facto, o que se verifica é que na prática, não são as tecnologias que mudam a sociedade, mas sim, a sua utilização. A evolução tecnológica contribuiu para a diminuição da distância e do tempo. A Internet, inicialmente concebida para uso militar, é agora instrumento contínuo de negócio. Através dos sites comunicamos, enviamos e recebemos mensagens, procuramos informações, fazemos publicidade, ganhamos dinheiro, adquirimos produtos, divertimo-nos, satisfazemos a nossa uriosidade, seduzimos, conversamos, tudo isto em suporte virtual.

O Instituto, alinhando nesta tendência, pode e deve ser, assim, uma janela aberta para o mundo.

Para que essa janela aberta para o mundo não fosse apenas uma figura de retórica, eis, finalmente, o nosso site.

Estar na Internet é, hoje, existir. Através dessa existência, os outros sabem quem somos, onde estamos, o que fazemos, o que queremos fazer mais.

Tomam conhecimento das nossas actividades, passadas, presentes e futuras, comungam dos nossos anseios e preocupações, embarcam connosco para esta aventura imensa que é o nosso dia-a-dia.

Felicito por isso todos aqueles que contribuiram para que este site fosse uma realidade.

Mas quero também avisar que um site como este é interactivo. É importante que, para além de aqui virem consultar e beber informação, os utilizadores também retribuam, deixando as suas opiniões e experiências para que estas possam novamente ser partilhadas.

Partilha constante. Redistribuição. Eis o nosso quotidiano, o quotidiano do Instituto Cultural da Maia, que não poderia ter missão mais nobre.

José Augusto Maia Marques"

topo